Cifonauta banco de imagens de biologia marinha

Balanoglossus gigas

Balanoglossus gigas
Balanoglossus gigas
"A classe Enteropneusta engloba espécies solitárias, de corpo vermiforme, comumente alcançando mais de 1 metro de comprimento. Habitam, preferencialmente, fundos rasos, sendo 5 espécies registradas em São Paulo. Balanoglossus gigas, uma das maiores espécies do grupo, podendo atingir 2,5 metros de comprimento, está potencialmente ameaçada no litoral de São Paulo, devido à poluição das águas e do sedimento e ao assoreamento e aterramento das praias." (Rodrigues, 1999). Os excrementos de B. gigas são facilmente visualizados na superfiície descoberta da Baía do Araçá durante as marés baixas.
"A classe Enteropneusta engloba espécies solitárias, de corpo vermiforme, comumente alcançando mais de 1 metro de comprimento. Habitam, preferencialmente, fundos rasos, sendo 5 espécies registradas em São Paulo. Balanoglossus gigas, uma das maiores espécies do grupo, podendo atingir 2,5 metros de comprimento, está potencialmente ameaçada no litoral de São Paulo, devido à poluição das águas e do sedimento e ao assoreamento e aterramento das praias." (Rodrigues, 1999). Os excrementos de B. gigas são facilmente visualizados na superfiície descoberta da Baía do Araçá durante as marés baixas.
Alvaro E. Migotto
151 visitas
>100 mm
Táxon: Balanoglossus gigas
Data: 16 de Outubro de 2009 às 14:16
Local: Baía do Araçá, São Sebastião, SP, Brasil
Geolocalização: S 23°49'4" W 45°24'19"
Alvaro E. Migotto. Balanoglossus gigas. Banco de imagens Cifonauta. Disponível em: http://cifonauta.cebimar.usp.br/photo/701/ Acesso em: 2017-04-28.
Conheça os termos de uso.
8304 imagens

Referências bibliográficas

2011 Felipelli T. Para Cetesb e prefeito de São Sebastião, Mangue do Araçá pode estar morto; ambientalistas apontam ao contrário. Imprensa Livre, url:http://www.imprensalivre.com.br/extras/top_impressao.php?edit=3&id=37874
2010 Amaral ACZ, Migotto AE, Turra A, Schaeffer-Novelli Y. Araçá: biodiversidade, impactos e ameaças. Biota Neotropica, 10(1): 219-264, url:http://www.scielo.br/pdf/bn/v10n1/a22v10n1.pdf
2008 . Livro vermelho da fauna brasileira ameaçada de extinção. MMA; Fundação Biodiversitas: 1420, url:http://www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=179&idConteudo=8122&idMenu=8631
1999 Rodrigues SA. Filo Hemichordata. Biodiversidade do Estado de São Paulo, Brasil: síntese do conhecimento ao final do século XX, 3: invertebrados marinhos: 273-276, url:http://www.biota.org.br/pdf/v3cap39.pdfhttp://www.biota.org.br/pdf/v3cap39.pdf
1967 DEJORGE F, PETERSEN J, SAWAYA P. Biochemical studies on the enteropneust Balanoglossus gigas (Fr. Muller, 1898). Comparative Biochemistry and Physiology, 22(2): 467-475, doi:10.1016/0010-406X(67)90609-3, url:http://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/0010406X67906093
1965 De Jorge FB, Sawaya P, Petersen JA, Ditadi AS. Iodine: Accumulation by Balanoglossus gigas.. Science (New York, N.Y.), 150(3700): 1182-3, doi:10.1126/science.150.3700.1182, pmid:17742599, url:http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17742599
1951 Sawaya P. Balanoglossus gigas Fr. Müller rediscovered on the Brazilian Coast. Nature, 167(4253): 730-731, doi:10.1038/167730b0, url:http://www.nature.com/doifinder/10.1038/167730b0